sábado, 7 de setembro de 2013

Amor de minha vida






O seu ciúme me envaidece, 
Ao mesmo tempo, me enlouquece 
Por sua boca contorcida. 
A sua cara enfurecida
Por essa raiva que expele,
Tanto me fere
Como a deixa entristecida.
Talvez, por se sentir traída,
Se afastar de mim, prefere. 
Mas, sinto falta de sua pele
E peço que não se exaspere, 
Você é o amor de minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo e obrigado pelo seu comentário